Vídeo-Poema Uma Folha no Vento

 

Deitada no sofá duro e desconfortável

Vejo a vida passar.

São 17:30 da tarde e os mosquitos sobrevoam meu corpo.

Talvez pensem que eu sou um monte de bosta

Ou que estou morta

Mas só estava vendo a vida passar.

 

Olho pela janela e vejo o céu azul

Um azul tão bonito que faz arder os olhos.

Compartilha a paisagem com o céu algumas folhinhas da árvore do vizinho

Que estão atravessadas por cima do muro

O sol é quente e as ilumina

Fazendo com que vários tons de verde contrastem

com o cinza do meu estado emocional

 

O vento bate

O vento sopra

E as folhas lutam para ficarem quietas e em paz

Elas tentam prosperar

Mas tem sempre o vento que as empurra para trás

 

Me senti uma folha no vento

Sem alento

Sou facilmente empurrada

Por não ter mais nada aqui dentro

Alanna Fernandes

About Alanna Fernandes

escreve poesia, produz áudio-visuais doidera e compõe umas canção tristona no violão

View all posts by Alanna Fernandes →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *