Resenhei Cada Forma de Ausência é o Retrato de uma Solidão (Moinhos), segundo livro de contos do cearence Marco Severo, que em vinte e dois contos provoca-nos o desconforto de sorrisos em momentos constrangedores, emociona ante o refinamento com trata e desnuda nossas idiossincrasias. Vale a pena conferir.

Histórias Nada Sérias, de Maria Valéria Rezende, reúne 24 contos escritos para as reuniões do Clube do Conto da Paraíba, que reunia um grupo de autores em João Pessoa. A cada reunião era escolhido um tema e os participantes traziam suas produções para serem lidas, criticadas ou elogiadas uns pelos outros, numa espécie de grande oficina colaborativa de escrita criativa. Valéria menciona que se tratava de uma oportunidade única de aprendizado. Para o leitor, também cabe aprender e divertir-se com as histórias aqui reunidas.

Nathalie Lourenço é paulista e autora de Morri por Educação (Oito e Meio) e de outros contos publicados em sites, revistas e antologias. Falamos sobre seus contos, autores estimados, processo criativo e literatura contemporânea.

eu sempre soube que domingo eram dias tristes. mais do que qualquer outro dia mais tristes do que as segundas mais do que meu olhos tontos mas do que os …

“A jangada balançou com força dessa vez, quase virou. O peixe tinha pressa, fome, atitude; Odílio, apenas medo.” Conto de Leonardo Bruno sobre a luta de um pescador pela sobrevivência.

“Você me pergunta se o tradutor é um dos últimos cavaleiros andantes de nosso tempo. Não, respondo que não. O tradutor se assemelha mais ao cavalo de Quixote, à Rocinante. …

O Berro do Bode, novo livro de contos de Verena Cavalcante, traz o feminino em suas muitas intercessões. Sagrado e profanos, selvagem e civilizados, violento e amoroso, tudo em simbiose e catarse. Como quando somente as trevas é capaz de revelar a luz.

coração subjetivo-abstrato adocicado invadido comido-devorado usado-subjugado por ser doce demais num mundo dominado por formigas devoradoras-canibais que em forma estratégica se posicionam para que não sobrem pedaços banais de açucarados-poéticos …

Foto: Rafael Passos

Recentemente, o escritor Roberto Menezes lançou o conto A Fragrância dos Loucos (Apaloosa Books), que traz um poeta que se envolve em uma aventura romântica permeada pela loucura, sordidez e volúpia. Convidei-o para conversarmos um pouco sobre a obra e seus desdobramentos. Falamos sobre o mundo literário, oficinas de escrita criativa e temas correlatos.

A Bahia é um estado gigantesco e plural – como dizem os baianos, é do tamanho da França – e, portanto, um caldeirão de influências, sotaques, cultura. Contudo, há uma Bahia mítica, cuja imagem é bem elaborada nas lestras de Caymmi e nos romances de Jorge Amado, povoado por figuras anônimas e comuns se vistas de longe, mas interessantes, ricas, folclóricas quando nos aproximamos. Essa gente que parece ficção está nos noticiários, nas ruas, nos canais do YouTube e protagonizam as Contações (Patuá), do poeta e escritor soteropolitano, Tiago D. Oliveira. 

Por: Ivã Habib Ferreira LISA SIMPSON: A Nerd, leitora voraz, toca saxofone como ninguém, meio ríspida, fala a primeira coisa que lhe vem em mente, é bem direta em seu …

Agonia na Tumba, romance do paraibano Tarcísio Pereira, narra a história de bon-vivant enterrado vivo. É dentro do túmulo que começa a reconstituir as possíveis causas de sua morte e fragmentos de sua própria vida e relacionamentos. Escrito com habilidade, é um ótimo romance a ser descoberto e lido.

poesia

   

Por: Ivã Habib Ferreira Anos 70. Estados Unidos da América. Os direitos civis de negros, lésbicas e de toda a comunidade LGBT são reprimidos. Brasil. 2016. Filme é represado pela …

Poderia dizer que Ascensão e queda (Cepe), de Wander Shirukaya, é sobre a trajetória de uma banda de rock do anonimato ao estrelato, mas seria simplista e equivocado pensar assim. Em …

Havia sido um dia corrido. Eu tava cansado, não só do dia, mas do mundo, dos carros, do cinza dos prédios, dos olhos tristes perambulando nos rostos que passavam pelas …

Esses dias eu estive de frente aos entulhos do prédio que desabou em São Paulo no largo do Paissandu. Acompanhei através das mídias o ocorrido e sem dúvida é algo …

Para início de conversa, se você que me lê chegou aqui esperando uma crítica literária, deixe-me dizer que não é esse o caso. Não tenho aptidão técnica para desempenhar tal …

Minha casa tá suja, muito suja mesmo pra te ser sincero. Tem umas telhas de aranha no teto, isso me incomoda há um tempo, mas nunca as tirei, já viraram …

Rua augusta, 21:44, 16 de janeiro de 2018 — Opa cara, tudo bem com você? — Tudo sim! — Você me dá licença, é rapidinho, não quero atrapalhar sua bebedeira… …

“Dona Alice! Oooooh, Dona Alice, corre aqui mulher, vem ver uma coisa!” Me gritou Neide da cozinha em desespero. “O que foi, Neide? Pra que esse escândalo?” “Oh, a pia entupiu! E parece que o negócio é brabo” “Nossa, vamos chamar …

  Autora: Alanna Fernandes

Um escritor desempregado que se depara com a fome e as dúvidas e certezas do cotidiano.

“Quem coleciona alguma coisa sabe o que é compulsão. Um objeto qualquer pode se tornar fonte de desejo. Isso não tem nada a ver com os chamados shopaholics ou consumidores compulsivos, que não conseguem resistir à tentação de comprar, porque não é uma obsessão pela compra em si, mas pelo objeto.” Conto de Marcos Alexandre Faber

Ir além do óbvio Sentir além do raso Descrever além do palpável Poetizar além das rimas Se propor a uma vida que vá além do racional Se auto-conhecer além do …

Antigamente, muito antigamente – da década de 60 pra trás – eram comuns os campos de trabalho nas prisões estadunidenses. O preso trocava um dia de trabalho por alimento, colchões, …

A mentira tem cabelos cacheados. A mentira anda de moto e usa Grindr. A mentira beija na boca e olha nos olhos. A mentira, às vezes, parece com alguém que …

A humanidade Na Pós-Modernidade É um complexo paradoxo   Ao mesmo tempo em que Acredita que tempo é dinheiro Gasta seu tempo Nas redes sociais Quando vai ao banheiro.   …

Quem conhece bem o mundo das artes plásticas ao assistir o videoclip da música “Tesselate” da banda Alt-J vai identificar de cara que o cenário escolhido foi baseado no quadro …

Era uma das piores noitadas. De tudo. Tinhamos fechado dois bares já e tinha ido parar na Roosevelt. Ligamos pro Ricardo, o taxista. Ele nos serviu e nós fomos pro …

Existe algo mais maravilhoso e ao mesmo tempo mais terrível do que viver? Viver é a combinação entre o belo e o feio, angústia e alívio. Talvez não exista um ser humano …